Para nova FM do Albert Einstein, alta performance é resultado de gestão humanizada

Coordenadora de Facilities fala sobre trajetória profissional, desenvolvimento de programa operacional escalável e gestão de pessoas.

Por Natalia Gonçalves

Para nova FM do Albert Einstein, alta performance é resultado de gestão humanizada


​Para Camilla Silva Martins, trabalhar no Hospital Israelita Albert Einstein é uma realização profissional. Mesmo após a aprovação no processo seletivo, ela só conseguiu acreditar que era a nova coordenadora de Facilities do hospital no primeiro dia de trabalho. “A ficha só caiu, quando cheguei aqui”, brinca.

Formada em gestão de recursos humanos (RH), ela entrou na área de Facility Management por um convite. Na empresa em que trabalhava como analista de RH, houve a construção de uma nova área e a gestora identificou em Camilla o perfil para essa nova função, onde atuaria, pela primeira vez, no estratégico e no operacional ao mesmo tempo. “Foi um match perfeito: me apaixonei e segui em frente construindo esse caminho”, lembra. Martins atua como FM há 10 anos.

“Meu foco é desenvolver a minha equipe e alcançar resultados de alta performance. Tenho uma gestora que certamente me guiará neste processo e reconheço que meu time tem devida capacidade e comprometimento para alcançarmos as metas. Entrar com um bom time já formado está me trazendo vantagem nesse início. Vamos chegar lá juntos!”, compartilha Camilla.


Um olhar voltado para a gestão de pessoas

A formação em RH, segundo Martins, contribui totalmente para a atuação como FM. A área de Facility Management, como ela destaca, necessita de um olhar crítico, de comunicação e da resolução de problemas o tempo todo, por ser muito dinâmica. Desta forma, a gestão de pessoas entra em primeiro lugar para promover sinergia e engajamento entre os times e na consistência das entregas.

Em Workplace e Customer Experience, por exemplo, o olhar para as pessoas contribui para a identificação dos diferentes perfis no mesmo escritório. “As pessoas possuem necessidades diferentes de acordo com suas raízes e histórias”, comenta Martins. “Quando fazemos gestão de pessoas de maneira eficiente, conseguimos identificar os diferentes perfis e alocá-los onde gera mais engajamento na atuação e, consequentemente, melhores resultados”, afirma.

Para a profissional, perfis diferentes, no lugar correto, se complementam. “A gestão de pessoas humanizada e estratégica é uma das chaves mais importante para equipes de alta performance!”, enfatiza.


Programa operacional escalável na WeWork

Com o objetivo de manter a autonomia de quem estivesse gerenciando as demandas na ponta, Martins participou do desenvolvimento do programa operacional escalável na última experiência, na WeWork. A principal preocupação era manter o acompanhamento dos processos, para desenvolver melhores fluxos e procedimentos e antecipar os problemas.

"Esse processo gerou excelentes resultados de atuação. Foi também uma transformação de cultura dos times operacionais. Uma construção que não foi implementada só por mim, mas junto com os demais integrantes do time de operações”, diz Camilla.

Na WeWork, ela trabalhou por mais de quatro anos, onde começou como analista de Facilities Sênior, sendo promovida a Facilities Lead e, depois, a gestora de contrato dos serviços. Neste período, ela atuou como responsável pela infraestrutura predial das filiais: Faria Lima, Atílio Inocenti, Pereira Barreto e Centro Empresarial Nações Unidas; assim como, atuou no estabelecimento de playbooks, SLA, KPIs e manuais para monitoramento da gestão diária de prestadores de serviço.


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca

Mais lidas da semana

Operações

Como Centro de Distribuição da Unilever conquistou LEED Platinum

Confira quatro práticas da multinacional e garanta insights sobre gestão sustentável.

UrbanFM

"São Paulo é uma máquina de geração de tempo perdido", afirma professora da USP

Entenda quais são os desafios para implementação de novos caminhos na capital paulista.

Mercado

Brasil ultrapassa os 2,5 milhões de sistemas solares fotovoltaicos em casas

Inversores híbridos são os mais indicados para as regiões Norte e Nordeste

Carreira

David Douek fala sobre pioneirismo na construção sustentável brasileira

Empresário percebeu mudança no setor imobiliário ao final dos anos 2000. Confira entrevista exclusiva sobre construção de carreira, especializações em Green Buildings e práticas sustentáveis.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Revista InfraFM

Center Norte investe em expansão, novas tecnologias e certificação ISO 41001

Em entrevista exclusiva, equipe de Facilities Management e de Projetos da Cidade Center Norte fala sobre desafios do processo de modernização.

Revista InfraFM

Por qual ângulo devemos enxergar as fazendas verticais?

Conceito chamou a atenção na metade da década passada, mas a empolgação vingou?

Revista InfraFM

Novo escritório da Sabesp aposta em espaços abertos e integrados

Saiba como o projeto atende novas demandas, com espaços para descompressão, reuniões rápidas e informais.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP