Testes hidrostáticos em tubulações de planta de celulose

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo
 

Testes hidrostáticos em tubulações de planta de celulose

[Vitrine Facilities] Fornecimento envolveu a locação de motobombas ITU-63C17 da Itubombas

Identificar vazamentos e avaliar a resistência de tubulações e/ou equipamentos, sujeitos a trabalhos sob pressão de fluidos, é fundamental para garantir o pleno funcionamento e segurança das operações. Chamado de teste hidrostático, o procedimento realizado com essa finalidade demanda a utilização de motobombas, que ficam responsáveis por preencher todo o sistema com líquido pressurizado.

Por se tratar de uma aplicação temporária, a locação dos equipamentos necessários para a realização dos testes se destaca como uma das opções mais vantajosas. Em abril, essa alternativa foi escolhida por uma empresa brasileira da área de construção, contratada para prestar serviços em tubulações em uma fábrica de celulose, localizada em Minas Gerais.

Ao todo, a companhia locou quatro motobombas ITU-63C17, da Itubombas, que foram instaladas na bacia de alimentação de água da planta. Os equipamentos tiveram como missão realizar o enchimento de uma tubulação de aproximadamente 20 km, a fim de realizar o teste hidrostático da rede.

"Para que isso fosse possível, o trabalho foi dividido em duas partes: uma das bombas operou na estação de bombeamento 1, com pressão de 15 bar e vazão de 170 m3/h. Esse equipamento ficou responsável por fazer a retirada de água da bacia de alimentação e bombeá-lo para a estação de bombeamento superior - trajeto que demandou uma altura manométrica total (AMT) de 150 mca", explicou Emerson Brini, Engenheiro de Vendas da Itubombas.

Na estação de bombeamento 2, por sua vez, foram utilizadas três motobombas em série, cada uma operando, em média, com 9 bar de pressão, a fim de atingir 170 m3/h e 300 mca.

Ao optar pela locação das motobombas junto a um parceiro confiável, a construtora conseguiu realizar os testes hidrostáticos com sucesso, atendendo aos prazos acordados com o cliente final, sem precisar se preocupar em manter uma frota própria de equipamentos. Além de fornecer as bombas, a Itubombas também ofereceu todo o suporte técnico para dimensionamento hidráulico da aplicação e operação, bem como os acessórios necessários para que o sistema funcionasse adequadamente.  

Foto: Divulgação.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

Mundo Facility

Manutenção Industrial na UTGCA

[Vitrine Facilities] Contrato envolve 29 meses de contrato e 50 colaboradores

Mundo Facility

Novo Centro de Educação e Pesquisa Albert Einstein, em São Paulo

Local será revestido com tecnologia alemã autolimpante que utiliza a água da chuva

Mundo Facility

Google compra escritório em Nova York por R$10 bilhões

Compra é vista como um plano de retorno aos escritórios

Mundo Facility

EcoShapes é um material ecologicamente correto

[Vitrine Facilities] Contém 70% de PET reciclado e contribui com conforto acústico

Matérias líderes de audiência

Mundo Facility

Manutenção Industrial na UTGCA

[Vitrine Facilities] Contrato envolve 29 meses de contrato e 50 colaboradores

Mundo Facility

Novo Centro de Educação e Pesquisa Albert Einstein, em São Paulo

Local será revestido com tecnologia alemã autolimpante que utiliza a água da chuva

Mundo Facility

Google compra escritório em Nova York por R$10 bilhões

Compra é vista como um plano de retorno aos escritórios

Mundo Facility

EcoShapes é um material ecologicamente correto

[Vitrine Facilities] Contém 70% de PET reciclado e contribui com conforto acústico